Translate

3 de jan de 2014

Tirando Duvidas

Tirando Duvidas  (Publicações Fixadas)

Sexo: Apenas com camisinha

Postagens no Blog: Sempre preservo a Identidade dos meus Clientes.

Sobre as postagens: Tudo que Faço uso Camisinha. Apenas não posto este  Detalhe para não tirar o ''Libido'' dos meus Leitores.

2 de jan de 2014

Gabriela Monelli, Esta é a garota que transformará seus sonhos em realidade!

Cidade: Porto Ferreira-SP

Contatos: vivo (19) (97244425)   claro (19) (92336425)

Atendo: Em Motéis (Não tenho local próprio)

Atendimento  apenas  com hora  marcada (Agende  seu  Horário)

Preço: 70,00 (Setenta reais) Tempo: 1 Hora

Viagens: (A Combinar)

Sexo: Apenas com Camisinha

E-mail: monelli@outlook.com 

Tipo Físico: Corpo definido (Magra)

Seios: De Hormônios (Pequenos)

Cabelo: Loiro Natural Acinzentado

Altura: 1.82

Peso: 67

Dote: 17 cm

Sobre mim: Sou Ativa e Passiva,  seu   Prazer  é  minha  Satisfação.

2 de set de 2013

Fotos Amadoras

Quero agradecer  a todo  mundo que  já  me comeu,  não  é  porque  estou estudando  que  vou  para  de  trepar. Acessem  meu  Blog e  venham  me  foder!








20 de ago de 2013

Quase fomos assaltados!

20/08/2013 aproximadamente  ás 23:00 (3 Cliente)

Rapaz tímido, com poucas palavras marcamos um programa. Aproveitando de sua bondade, pedi uma carona até minha residência. 

Resolvemos dar uma foda rapidinha no meio do caminho. Entramos em uma estrada de terra batida, ao nosso redor havia apenas cana e pomar de laranja. Paramos o carro no meio da estrada. Com a porta aberta, iniciamos a transa no banco do caronista. Abaixei minha calcinha e deixei sua língua deslizar em meu rabo. Excitada, meu pau babava. Ao me ver naquele estado, resolveu me fazer feliz. Pagou uma gulosa de dar água na boca. Engolindo até o talo. Segurando em seus cabelos, metia meu caralho em sua boca. Porra estava quase gozando. Se levantou, colocou suas mãos em meus seios apertando levemente. Com um dos meus dedos, introduzi em seu rabinho gostoso. Aos gemidos me pediu:

-Você quer me comer?
 - Sim!
 Cuspi em seu rabo e vagarosamente coloquei apenas a cabecinha, sentindo seu cu mordendo meu pau. 

De repente avistamos uma moto vindo em nossa direção. Abaixei minha saia. Foi tudo muito rápido. Desceu um moço aparentemente moreno, gritando: "É um assalto! Me passa o celular!". Sem reação apenas coloquei minhas mãos na cabeça. Entrei em estado de choque. Naquele momento, ouvi um grito de ordem vinda do meu cliente. No mesmo instante corri para dentro do pomar de laranja, me abaixando. Ao olhar para meu cliente, ele estava no meio da estrada com a arma apontada na cabeça de uns dos assaltantes. Ligaram a moto o mais rápido possível, e saíram mostrando uma arma de choque.

Eu estava muito assustada com a situação. 
Meu cliente queria respostas: 
- Você conhece aquelas pessoas? 
- Não
 - Eles levaram algum pertence seu?
 - Não, conseguiram levar nada.
 - E sua bolsa?
 - Deixei no banco do carro. Vou até lá e verifico que ainda se encontra no mesmo lugar. 

Montamos no carro e saímos daquele local. Ao perceber meu nervosismo, falou: "Me passa seu celular que marcamos outro encontro". Respondi: "Podemos continuar já passou o ocorrido!".
Paramos o carro em outra estrada e descemos. Abaixei sua calça caindo de boca em seu caralho, mamando com gosto. Me virei de costas e, com uma de minhas mãos, introduzi cada centímetro de puro vigor ereto em meu rabo. Suas mãos deslizavam em meu corpo com uma pegada leve e sutil. Estava novamente excitada. Sentindo seu cheiro me aproximei de seus lábios e o beijei. Sentindo seu toque iniciei uma masturbação. Ouvindo ele falar: "Porra que cu gostoso, não mexe se não eu vou gozar". Aos gemidos gritou: Vou gozar! Estava no auge de um orgasmo, sentindo seu caralho jorrando porra para dentro. Naquele momento não pensei em mais nada eu corpo reagia as ações. Minhas pernas ficaram tremulas, e meu cacete jorrava porra no chão de terra batida. Minha adrenalina estava a mil. Perdendo as forças eu rabo piscava expulsando seu caralho de dentro do meu cu.

Nota: 10  Observação: Meu  cliente  tem  porte  legal  de  arma.
Gostaria de  agradecer  pela  sua  coragem e  peço  desculpas  pelo  ocorrido  e  o  constrangimento.


15 de ago de 2013

Um dedinho no rabo em publico!

15/08/2013 ás 21:00 (Bar da  Rampa)
Estávamos  entre  amigos  conversando. Em  uma  noite  fria,  nada  melhor  que  uma  taça  de  vinho  para  me  aquecer. Com  uma  calça legging colada  em  meu  corpo,  estava  vestida  para  matar. Me  virei  para  apanhar  a  taça  que  estava  sobre  a  mesa, ao  me  virar  me  deparei  com  meu  amigo olhando  meu bumbum. Seus  olhos  brilhavam,  ao  ver  a  transparência da  calça  marcando  minha  calcinha. Desinibida,  dei  um  leve  sorriso  e  falei: "Não fiquei  acanhado,  pode  passar  a  mão!".  Me  virei  de  costas  empinado  meu  bumbum. Com  uma  de  suas  mãos segurou  em meu  bumbum,  e  com  a  outra deslizou  em  meu  rabo,  sentindo  minha  calcinha  atoladinha  no cu. Não  satisfeito colocou  uma  de  suas  mãos  dentro  da  calça. Arredou  minha  calcinha  e  introduziu  um  dedo  em  meu  rabo,  me  levando  ao  êxtase  de  prazer.  Meu  cu  piscava,  mordendo  seu  dedo. Com  poucas  palavras  pronunciou: "Que rabo  quente e  gostoso,  você  é  uma delicia".  Discretamente tirou  suas  mãos, me  arrumei e  voltamos  a  conversar  e  a  trocar  olhares.  Apenas  a  dona  do  bar  percebeu  o  ocorrido  e  se  calou  diante  da  cena!
Nota: 10 (Ousado)
Quero  sentir  esse  caralho  rasgando  meu cu!
Rostinho  de  menino  levado. 
Adoro  ser  uma  vadia!